O atlas, totalmente digital e que será atualizado e hospedado através de um blog da plataforma WordPress

Sempre ligado à Região do Pampa, mesmo morando em Porto Alegre, o jornalista e geógrafo Murilo de Carvalho Góes anuncia um novo trabalho: o Atlas Digital de Lavras do Sul. Depois de 14 anos executando o Projeto Panorama Lavrense (que segundo Murilo, não será interrompido), o novo trabalho será mais do que um simples conjunto de mapas e estatísticas, onde pretende-se utilizar materiais gerados a partir de das técnicas de geoprocessamento, cartografia digital e multimídia e uma grande pesquisa bibliográfica e de campo.
O atlas, totalmente digital e que será atualizado e hospedado através de um blog da plataforma WordPress, estará disponível em http://atlasdelavrasdosul.com.br. O lançamento oficial está previsto para o dia 9 de maio de 2022, data em que Lavras do Sul completará 140 anos de emancipação política.
Para a realização do banco de dados, haverá um extenso trabalho de campo e visitas as secretarias municipais, além de locais. Diversos dados de fontes oficiais e confiáveis serão consultados, como: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Ministério do Meio Ambiente (MMA), Departamento de Economia e Estatística (DEE), Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER/RS) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) e outras. As peculiaridades lavrenses, os potenciais de Geodiversidade e Turismo, bem como as belezas cênicas e os eventos locais, serão abordados e valorizados.
Para compreender a formação de Lavras do Sul, serão abordados o início do sítio urbano, a economia e os aspectos locais de população, entre outros. O contexto regional onde Lavras do Sul se insere (Região da Campanha) também será destacado. Imagens de satélite, especialmente as apresentadas no programa Google Earth Pro, apresentarão a evolução territorial do município e outras esferas.
E, para elaborar o Atlas, será realizado o levantamento de dados, como: contexto histórico; dados populacionais e socioeconômicos; físicos (hidrografia, relevo, solos); cultura; localidades do interior; sistemas de infraestrutura, entre outros. Materiais multimídias de diversas fontes e de produção própria do Autor serão utilizados. Além dos tradicionais mapas, o Atlas contará com gráficos, fotografias, vídeos, tabelas, recortes e reproduções de periódicos, textos explicativos, entrevistas com moradores locais para saber sobre a história do município, pesquisas estatísticas e outros.
O projeto será realizado de forma independente por Murilo Góes. Porém, qualquer pessoa pode participar com colaborações de informações para o enriquecimento do material apresentado, através do http://www.facebook.com/blogueiromurilo ou no e-mail [email protected].
Está disponível também uma pesquisa, para amostragem meramente ilustrativa e não vinculada a órgãos oficiais de estatística, que visa  conhecimento inicial da realidade do município. Para acessá-la clique aqui (https://docs.google.com/forms/d/1QFK_4T0Np6WCVC5ja453kk3FCuvZ6l_Dk2SpMsm-oH0/edit).
O objetivo principal do Atlas Digital de Lavras do Sul é servir como ferramenta de pesquisa e busca de informações para estudantes, professores, pesquisadores, habitantes visitantes ou qualquer pessoa que tenha interesse em saber mais sobre Lavras do Sul.

Fonte: Expresso Pampa

Data de publicação: 21/09/2021

Compartilhe!